Se você tem uma verdadeira paixão pelo mundo da música e gostaria de unir o útil ao agradável transformando esse amor em profissão, veio ao lugar certo. O tema de hoje é: como ser um locutor de rádio de sucesso?

Responderemos a essa pergunta trazendo informações sobre a carreira de radialista, o estudo necessário para se tornar esse profissional, os segredos para ser um bom locutor e as estratégias para encantar os ouvintes.

Apresentaremos ainda, as melhores dicas para que você possa montar a sua própria rádio, abordando os conceitos de rádio comunitária e rádio comercial. Acompanhe nosso artigo e boa leitura! 

Como é a carreira de um locutor?

Ha uma pergunta a ser respondida antes de você saber como ser um locutor de rádio: o que é, exatamente, ser um radialista?

A profissão foi regulamentada por meio da Lei nº 6.615, de 1978. O então presidente Ernesto Geisel, decretou por meio do artigo nº 2 que “considera-se Radialista o empregado de empresa de radiodifusão que exerça uma das funções em que se desdobram as atividades mencionadas no art. 4º.”

As atividades mencionadas são:

  • administração, em que “as atividades de administração compreendem somente as especializadas, peculiares às empresas de radiodifusão”;
  • produção, como dublagem, locução, direção, interpretação;
  • técnicas, que podem compreender a direção, transmissão de sons e imagens, entre outras.

Ou seja, estar no comando de uma estação radiofônica, podendo ser uma rádio online e rádio tradicional, já faz de você um radialista. Para que você possa ser considerado de fato um locutor, deve desempenhar a função técnica de locução, como mencionamos no parágrafo anterior. 

O locutor é aquele que transmite as informações sobre a programação e outras mensagens. É ele que informa ao ouvinte a música que acabou de tocar, a frequência sintonizada e dá voz aos variados programas que podem ser veiculados em uma rádio.

A importância desse profissional para uma rádio

Ter uma pessoa que faz esse trabalho de maneira marcante é um dos elementos que compõe a rede de premissas que dão condições para que a emissora seja um sucesso. A verdade é que a voz é um poderoso instrumento de interação social. A sonoridade, o timbre e até mesmo a forma como se respira diante de um microfone promove a compreensão da mensagem, que pode ou não atingir esse objetivo.

Contudo, o público não interage apenas como ouvinte ou utilizando os canais destinados a isso. O vínculo é criado a partir da projeção mental que a pessoa faz da imagem daquela voz, dando um corpo e um rosto ao locutor sem precisar ver uma foto do profissional. Basta gostar do que está ouvindo. 

O contrário também pode acontecer. Bordões marcantes, erros de português, pausas excessivas ou um tom muito alto, são exemplos de coisas que podem fazer o público desistir da rádio e procurar uma emissora que tenha um comunicador mais agradável. Mas, não se preocupe. Abordaremos mais adiante, neste mesmo artigo, algumas maneiras para cativar os seus ouvintes e evitar que isso aconteça. 

Quais são os tipos de locutor?

É importante desapegar da ideia simplista de que o profissional pode seguir apenas dois segmentos, o da rádio ou de eventos. Conhecer os tipos de locutor é necessário para que você possa avaliar onde pretende atuar, melhorar o desempenho do seu trabalho de acordo com o seu perfil e começar a desenhar a sua carreira com base nas perspectivas que você tem para o futuro. 

Apresentador

Os apresentadores são o tipo mais versátil de locutores, e as estrelas do jornal, programa de entretenimento, esportivo, entre outros. Dominar o conteúdo que será divulgado é fundamental para passar credibilidade ao ouvinte.

Vendedor

Possivelmente o tipo de locutor mais carismático. Ele pode estar na rádio, na rua, no mercado ou em qualquer outro centro comercial em que as pessoas transitam com o objetivo de fazer compras. Atua indicando promoções, os melhores preços, relação custo-benefício e fornece dicas de boas empresas e prestadoras de serviço.

Publicitário

Se você vai trabalhar na sua própria emissora, terá que ser um pouco locutor publicitário. Enquanto o vendedor divulga uma série de produtos e serviços, o publicitário se mantém focado em marcas específicas.

Acontece também com aqueles que fecham contratos com a própria empresa, como o garoto Bombril, o famigerado e extinto homem das Casas Bahia e o Lombardi, a voz da TeleSena de Silvio Santos.

Entrevistador

Esse estilo de locução é baseado no diálogo, que busca levar a informação ao ouvinte por meio do esquema perguntas e respostas. Pode ser considerado um bom método para organizar o conteúdo a ser divulgado ou para fazer locuções mais leves e manter o público entretido. 

Quanto ganha um locutor?

Desde 2013 a plataforma Love Mondays recebe e divulga, anonimamente, resenha de funcionários sobre a sua profissão, salário e local de trabalho. Com isso, é disponibilizado um banco de dados com mais de 100 mil empresas avaliadas.

A Bycast fez uma busca no site com a palavra “locutor” e encontrou:

  • 116 salários postados com a palavra Locutor;
  • 8 salários com a palavra Produtor e Locutor;
  • 13 para Locutor Entrevistador;
  • 5 para Locutor Marketing;
  • 2 para Locutor Anunciador.

Grandes emissoras, como a Jovem Pan, têm uma média salarial para locutor de 2.142,00 por mês. Já a dos profissionais autônomos, segundo a plataforma, fica em torno dos 8 mil reais. A Multivarejo, do grupo Pão de Açúcar, chega aos 4 mil reais. A Rádio Transamérica também tem uma média satisfatória, ultrapassando os 3 mil reais.

Locutores de sucesso

Você sabia que, quando o assunto é a comunicação na televisão e seus apresentadores, atores e atrizes, uma quantidade satisfatória de profissionais iniciou a carreira como locutor de rádio e eventos? Conheça alguns deles:

  • Britto Jr.;
  • Fausto Silva;
  • Lima Duarte;
  • Laura Cardoso;
  • Hebe Camargo;
  • Serginho Groisman;
  • Raul Gil;
  • Celso Portiolli;
  • Ratinho;
  • Silvio Santos;
  • Galvão Bueno.

Galvão Bueno pode ser tranquilamente apontado como o locutor mais famoso do Brasil. Embora esteja na televisão, ainda atua como narrador, diferente das outras personalidades apontadas nessa lista.

Iniciou a sua carreira nos anos 1970, no rádio de São Paulo. A rádio Gazeta AM e as emissoras Gazeta, Record e Bandeirantes configuram o hall das primeiras emissoras em que o narrador mais amado (e odiado) do país construiu a sua história antes de ser contratado pela Rede Globo, em 1981.

A primeira Copa do Mundo que teve a oportunidade de narrar foi em 1982. Trabalhou também com a Fórmula 1, ficando amigo de Ayrton Senna, além de algumas edições das Olimpíadas. De acordo com o portal R7, o salário do narrador na Rede Globo teria chegado a 5 milhões de reais por mês no ano de 2017.

Como ser um locutor de rádio?

Ser um locutor não exige necessariamente uma formação, mas é preciso tirar uma licença chamada Documento de Registro Profissional (DRT), exigido pelo sindicato dos radialistas.

Investir em qualificação é requisito básico para qualquer indivíduo que deseja se tornar um bom profissional. Uma boa dicção e respirar corretamente garantem uma fala mais natural e encantam os ouvintes de uma boa audiência. Essas são habilidades que podem ser conquistadas por meio de técnicas adequadas.

Quais cursos podem ser realizados

Existem cursos técnicos em locução que ensinam o aspirante a radialista a desenvolver essas competências. Para os mais exigentes, alguns cursos superiores também disponibilizam disciplinas que envolvem o universo do rádio:

  • publicidade e propaganda;
  • jornalismo;
  • comunicação social;
  • rádio e tv.

As vantagens vão além do desenvolvimento das competências necessárias para ser um bom locutor. No ambiente acadêmico, é possível conseguir um estágio ou trabalhar nas rádios universitárias, caso a instituição tenha uma emissora. 

Como estudar sozinho

Quem não dispõe de muito tempo livre, dinheiro para investir em formação acadêmica ou uma instituição próxima que ofereça os cursos sugeridos acima, pode começar o processo de aprendizagem sozinho e recorrer a um curso de locução profissional, quando for possível, para tirar a DRT. 

Aqui mesmo, no blog da Bycast, é possível encontrar alguns materiais a respeito da profissão. Você também pode entrar em contato com alguma rádio da sua região e solicitar uma visita técnica.

Outro ponto fundamental é acostumar a ouvir a própria voz. Para isso, é indicado que você faça gravações simulando uma apresentação de um programa, até mesmo para poder avaliar o seu próprio desempenho e evolução mediante os estudos.

Conhecer algum profissional que pode ajudar no processo de avaliação também é uma boa pedida. Aproveite as visitas técnicas e crie uma boa rede de contatos! 

Quais os segredos para ser um bom locutor?

Ser um locutor de rádio de sucesso tem os seus segredos e, seguindo boas dicas de locução, é possível alcançar o patamar de Galvão Bueno. Se para você parece distante iniciar em uma grande emissora, como a rádio Globo ou a CBN, é importante ficar atento às web rádios, tendência no mercado das telecomunicações. 

Criar a própria emissora tem um custo baixo e medir a audiência é uma alternativa para saber se você está indo pelo caminho certo. Confira a seguir as nossas dicas para ajudar você a chegar a esse objetivo!

Cuide da sua voz

O principal instrumento de trabalho de um locutor é a sua voz, seja em uma estação tradicional ou online. Por isso, ela deve ser muito bem cuidada. O básico você já deve saber: beber bastante água, fazer gargarejos e não fumar.

Contudo, cuidar das cordas vocais deve ir além e existem exercícios bastante simples para isso. Por incrível que pareça começar o dia com um bocejo alonga o trato vocal e melhora sua estrutura. Cantar também pode ser considerado um exercício e é benéfico para manter o aspecto jovial da voz.

Se você tem alguma característica vocal que incomoda, como um falar de forma estridente ou um tom de voz agudo, a boa notícia é que uma consulta com o fonoaudiólogo pode contornar esse problema. 

Descanse a sua voz

Descansar a voz também é cuidar dela. Poupe-se do falatório e da cantoria antes de iniciar uma locução. Imagine que você foi convidado para apresentar um evento na sua cidade. Não é uma boa ideia ir a um show e cantar a plenos pulmões no dia anterior, concorda?

Evite os vícios de linguagem

No próximo tópico, falaremos sobre ter um jeito próprio para se comunicar. É importante que isso não seja confundido com os vícios de linguagem. É, né, hm, ãhn, tipo, então, são os mais comuns e não podem ser considerados como os famosos bordões. 

É preciso vigiar a fala, gravar-se e ouvir as suas transmissões sob uma perspectiva bastante crítica. Essa prática é uma aliada na hora de criar meios para se libertar dessas expressões. 

Esteja preparado

No próximo tópico também vamos abordar a importância do improviso, mas isso não é sinônimo de realizar os programas no escuro. Um bom locutor deve estar preparado para o que vai apresentar.

No caso dos radialistas, conhecer a sequência das músicas que serão tocadas e saber pronunciar corretamente o nome das bandas são alguns dos pontos fundamentais para que o ouvinte sinta que escolheu uma emissora que realmente entende de música.

Preste atenção na dicção

Quando ouvimos um programa por meio do rádio não há ferramentas que possibilitem a leitura do que é comunicado naquele momento. Ou seja, não há uma legenda no visor do aparelho ou no player que reproduz uma web rádio. Isso significa que uma palavra pode prejudicar a compreensão de toda a mensagem, caso não seja perfeitamente falada.

Cuidar da dicção exige treino e é tão importante quanto cuidar da voz. Saber o que cada expressão significa, usar a entonação correta, falar todas as letras e usar a pontuação correta em cada frase é imprescindível para a comunicação. 

Quais são as estratégias para encantar os ouvintes?

Ser um locutor de rádio de sucesso, atualmente, não tem as mesmas exigências de antigamente. Isso significa que você não precisa abandonar os seus planos de montar uma rádio própria por medo de não conseguir encantar os ouvintes. 

Para mostrar como isso é possível, separamos uma lista com algumas estratégias para que você consiga atingir esse objetivo. Confira!

Crie seu próprio jeito de se comunicar 

As primeiras locuções podem ser tímidas e dar uma certa vergonha, especialmente se feitas ao vivo. Contudo, a forma que você usa para se comunicar com os ouvintes é uma das chaves para abrir os portões da atração.

Observe como as rádios tradicionais fazem esse trabalho e as expressões utilizadas para identificar a emissora, abrir os programas e encerrar a programação ou o bloco antes dos comerciais. Veja alguns exemplos a seguir!

Identificação da emissora

A informação geralmente vem acompanhada das falas de abertura ou logo após uma música de bastante sucesso. Aqui, o locutor pode falar o slogan da rádio, a frequência que o ouvinte pode sintonizar (ou reforçar o site no caso de uma rádio online), e os canais de participação, como e-mail, Twitter, Facebook ou WhatsApp.

Entradas de programas

Expressões, como opa, olámaravilha, são bastante utilizadas, assim como as frases:

  • muito bem, estamos de volta;
  • a partir de agora você confere aqui na (nome na rádio) o programa (nome do programa);
  • estamos de volta aqui na (nome da rádio)!

Saídas de programas

Para as saídas dos programas, o legal é agradecer a companhia do ouvinte, informar qual será o próximo ou, ainda, a música que será tocada após os comerciais. 

Tão importante quanto saber as expressões que podem ser utilizadas é conhecer o público-alvo e a sua linguagem, para estabelecer uma comunicação eficiente e que seja atrativa. 

Descubra o que o seu público quer ouvir

Envolver o público também é um trabalho de marketing. Nesse contexto, descobrir o que essas pessoas querem e esperam de uma rádio é essencial. Da mesma maneira que é preciso observar o comportamento dos indivíduos para saber a melhor forma de se comunicar, esse também é o caminho para definir que tipo de conteúdo será oferecido e, a partir disso, buscar por um diferencial.

Além das músicas, que tal divulgar, em tempo real, as últimas notícias sobre a economia do país, as novidades da sua cidade ou até mesmo fofocas de famosos? Ha muitas fontes confiáveis na internet que permitem que essa estratégia seja trabalhada. Use a criatividade!

Aprenda a improvisar

O improviso é uma habilidade bastante pertinente para os radialistas, especialmente os que trabalham com transmissões ao vivo. Uma interrupção externa ou um engasgo são exemplos de situações adversas que podem acontecer e, para driblá-las com bom humor e profissionalismo, é necessário conhecer e saber como aplicar essas técnicas. 

Essa aptidão pode ser trabalhada por meio da prática. Você pode assistir a vídeos no YouTube e treinar com seus amigos ou fazer umas aulinhas de teatro. 

Quais as melhores dicas para montar uma rádio?

A possibilidade de seguir a carreira de radialista animou você? O que acha de iniciar a profissão dentro da sua própria rádio? Se você não faz ideia de como iniciar esse processo, fique tranquilo. Trouxemos as melhores dicas para montar uma rádio! Acompanhe!

Invista em uma web rádio

Se você chegou até aqui, já deve saber o que é uma web rádio. Mesmo que você queira inaugurar a sua própria emissora com a tradicional transmissão via frequência AM ou FM, disponibilizar a programação online é quesito obrigatório para que o canal tenha visibilidade.

Acerte na estrutura 

Este artigo apresentou propostas que ensinam a como ser um locutor de rádio de sucesso e estruturar o seu próprio canal, quando a transmissão é exclusivamente feita pela web, não exige um estúdio profissional como o das grandes emissoras. 

Um local apropriado dentro de casa, longe de interrupções e com o mínimo de barulhos externos o possível é o suficiente. Você também deve certificar-se da qualidade oferecida pelo plano de internet contratado, investir em um bom microfone e headphone, além de ter um computador com um funcionamento satisfatório. 

Defina o tipo de rádio ideal 

As redes sociais passam a impressão de que a internet é um campo livre e democrático, em que as pessoas podem criar perfis pessoais e profissionais para compartilhar livremente o conteúdo desejado.

Partindo do princípio de que você está disposto a criar uma web rádio, esse conceito de liberdade deve obedecer a alguns critérios jurídicos. Para isso, você deve escolher entre 3 opções:

  1. comunitária: voltada a valorização da cultura local, a liberação deve ser solicitada mediante um formulário solicitado no Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicação;
  2. comercial: a maioria das grandes rádios que você conhece opera nesse padrão, em que é possível oferecer o conteúdo desejado e explorar a comercialização de espaços publicitários — a licença deve ser solicitada de acordo com a abertura do Edital de Licitação Pública, publicado no Diário Oficial da União pelo Ministério das Comunicações;
  3. educativa: criadas em parceria com instituições de ensino, são voltadas para a divulgação de conteúdos educacionais, pedagógicos, culturais e de orientação profissional — o processo de licenciamento é o mesmo que para a rádio comercial. 

Estabeleça e conheça o público-alvo

Estabelecer qual será o tipo de rádio e o público anda de mãos dadas no processo de abertura da sua estação. Isso ajuda a acertar na definição da grade de programas. 

Conhecer o público-alvo é fundamental para o sucesso de qualquer negócio. Observar o comportamento dessas pessoas, lançar enquetes nas redes sociais e frequentar eventos do gênero musical que você pretende abranger são algumas opções para saber como e exatamente com quem falar. 

Divulgue a sua estação

Depois de alinhar todas as questões relatadas acima, está na hora de divulgar a emissora e conquistar os ouvintes. Isso pode ser feito por meio do marketing digital. Crie um site, produza conteúdos adequados e esteja nas redes sociais. Não se esqueça de convidar seus amigos e familiares para ouvir os seus programas e compartilhar o link das transmissões e do material produzido! 

Chegamos ao fim do nosso superguia voltado para aquelas pessoas que querem aprender a como ser um locutor de rádio e construir uma carreira de sucesso! Esperamos que você tenha aproveitado nossas dicas e esteja empolgado em dar os primeiros passos nessa profissão. O rádio, seja online ou tradicional, é um poderoso instrumento de informação e entretenimento e vale, com certeza, o investimento.

Para que você continue recebendo artigos relevantes como este, assine já a nossa newsletter! Ficamos honrados em poder contribuir com a sua caminhada. Até breve! 

Powered by Rock Convert
Bycast
Autor

Escreva um comentário