O elevado número de ofertas encontradas por qualquer usuário na internet exige qualidade. Sem um conteúdo bem elaborado, as pessoas tendem a procurar na concorrência o que buscam. Dentro desse contexto, planejamento figura como uma palavra-chave.

Quando o assunto é rádio, seja web ou tradicional, é necessário organizar a produção internamente, otimizar a comunicação com os ouvintes e evitar a repetição de assuntos. Para tanto, um calendário editorial para rádio consiste em excelente alternativa, facilitando todo o processo de criação de material.

Aprimorar a produtividade e a relação com o público deve ser preocupação constante de um diretor de rádio, pois são os ouvintes que fazem a emissora crescer. Leia o artigo e saiba como montar um calendário editorial para trilhar o caminho da evolução!

Defina a periodicidade

O primeiro passo é a análise do ritmo de produção. Só a partir dessa definição você pode ter clareza suficiente para dar início ao trabalho. Afinal de contas, o objetivo principal da elaboração do calendário é cumprir todas as promessas feitas, sem postergar ou deixar algo de lado.

Uma sugestão interessante é medir o tempo gasto para gravar um programa na rádio, por exemplo, e então delimitar os dias em que os materiais estarão prontos. É fundamental não esquecer de dedicar certo período para dar atenção a outros projetos e observar possíveis temas para as gravações seguintes.

Finalizando o tópico, vale nova dica: a periodicidade costuma ser semanal, quinzenal ou mensal, dependendo do ritmo de produtividade da emissora e da quantidade de pessoal disponível para trabalhar.

Estabeleça padrões para os quadros

Para fidelizar o ouvinte, ele deve ter em mente os dias e horários nos quais determinados programas vão ao ar. Assim, a tendência é que ele possa se organizar para não perder nada do que gosta. Como se não bastasse, isso aprimora a relação com o público, valorizando a audiência.

Nesse sentido, é interesse fazer uma breve pesquisa a respeito dos índices de acompanhamento de cada horário e programa, verificando o que pode ser melhorado, incluindo modificações na grade de programação.

Armazene os calendários com fácil acesso

Não adianta muito investir tempo na elaboração de um calendário editorial para rádio se ele é pouco útil ou recebe uma quantidade baixa de acessos. Após a criação, é primordial buscar um local de armazenamento seguro e acessível.

Contar com um software capacitado, fazer planilhas no próprio Excel ou usar aplicativos para esse fim são ótimas maneiras de tirar o melhor do calendário, auxiliando o planejamento de toda a equipe da emissora.

Analise os resultados

Primeiras versões costumam apresentar pequenas falhas, e isso é normal. Entretanto, ficar de olho no resultado gerado pelo calendário ajuda a eliminar erros, o que significa a necessidade de realizar alterações quando preciso. A ideia é que a cada semana ou mês a rotina da rádio ganhe mais corpo e vá se estabelecendo perante o ouvinte com o tempo.

Compreendeu as vantagens de ter um calendário editorial para rádio? Organização é tudo na vida, portanto não deixe de considerar as informações trazidas no texto para qualificar as produções da sua rádio!

Gostou do post? O conteúdo foi útil para você? Deixe um comentário com sua opinião ou dúvida!

Powered by Rock Convert
Bycast
Autor

Escreva um comentário