Muita gente no setor musical não sabe que existe diferença entre DJ e produtor musical. Isso mesmo: esses dois profissionais não fazem a mesma coisa. A confusão acontece porque, de fato, o trabalho de ambos tem muito em comum. Além disso, as necessidades do mercado atual fazem com que muitos profissionais se dediquem à essas duas funções.

Afinal, quais são as diferenças entre as profissões? Nós separamos as principais para você ver a seguir!

O produtor musical cria e o DJ combina

Uma das principais diferenças está na maneira com que eles trabalham uma música. O produtor musical é o profissional responsável pela criação da canção. É ele quem tira a melodia e a letra do papel e dá vida à música completa. Seu trabalho é realizado no estúdio e cuida de cada arranjo, instrumento, vocal ou temporização para que a obra seja perfeita.

O DJ recebe a música completa (ou alguns samples) e trabalha em remixes e edições. Sua função é combinar arranjos, vocais e faixas para fazer nascer algo novo da mistura.

O produtor musical trabalha em estúdio

Para criar as músicas, o produtor musical trabalha em um estúdio completo, aliado a músicos de primeira linha. Isso se faz necessário porque cada canção exige a gravação de faixas com diferentes instrumentos. Uma música que tenha violões, bateria, baixo, teclado e violino, por exemplo, precisa que cada instrumento seja gravado em separado.

Para isso, é necessário um estúdio com equipamentos e microfones de alta qualidade para captar o som de maneira perfeita. Já o DJ, como não precisará gravar nenhuma faixa, não precisa trabalhar em estúdio. Caso tenha o equipamento adequado em casa, pode mixar suas músicas ali mesmo.

O DJ se apresenta ao vivo

Apesar de trabalhar com mixagem, remixes e edição de som, o DJ é um profissional cuja rotina de atuação envolve performances ao vivo. Grande parte do seu trabalho é tocar para o público em eventos fechados ou abertos, que vão desde festas de aniversário, casamentos ou confraternizações empresariais, até festivais de música eletrônica, shows e performances artísticas.

Por sua vez, o produtor musical não se apresenta em momento algum, só cria e atua fora dos holofotes. São os músicos e cantores que trabalham com ele que farão performances do resultado criado.

Os dois têm equipamentos diferentes

Uma das diferenças mais sentidas entre esses profissionais está nos equipamentos utilizados em suas respectivas jornadas de trabalho.

Normalmente, um produtor musical trabalha com uma Digital Audio Workstation ou, em português, Estação de Trabalho de Áudio Digital. Antes máquinas, as DAWs modernas são softwares que gravam, editam (fazem a masterização) e reproduzem áudio com grande complexidade.

DJs também podem usar esse mecanismo para remixes se quiserem, mas o seu principal equipamento é a controladora, capaz de se conectar ao computador e trabalhar com as faixas de maneira física. Assim, as atividades são bastante diferentes entre si, porém complementares.

É por isso que muitos profissionais atuam das duas formas atualmente, criando músicas em estúdio e depois trabalhando com mixagem de maneira autônoma. Portanto, caso você esteja em dúvida se deve seguir como DJ ou produtor musical, saiba que pode atuar nas duas sem problemas. Na verdade, conhecer ambas as áreas fará de você um profissional mais completo.

Gostou do nosso artigo? Então, compartilhe este artigo nas suas redes sociais e marque outros profissionais que se interessem pelo assunto.

Powered by Rock Convert
Bycast
Autor

Escreva um comentário