Rádios online surgiram como excelentes alternativas de comunicação. Mantendo a tradição desse veículo e agregando tecnologia para facilitar a transmissão da mensagem, a produção radiofônica via internet chegou para ficar. Nesse sentido, para quem se interessa em liderar um projeto assim, é fundamental conhecer o streaming de rádio.

Para começar, vamos definir o que é ele: o streaming de áudio consiste na transmissão de sons pela web. Então, com a ferramenta, é possível criar uma rádio 100% online. Afinal de contas, o ouvinte acompanha tudo ao vivo, sem a necessidade de fazer downloads. A Netflix e o Spotify, duas marcas gigantes, são ótimos exemplos de uso do streaming.

O streaming passou a ser empregado em 1985 e, na década de 90, foi aperfeiçoado. As tecnologias recentes e a força do mundo virtual o transformaram no que é hoje. Com uma conexão de internet qualificada, um computador, um software e uma mesa de som, já se pode levar ao ar transmissões com esse serviço.

Viu como o streaming de rádio é primordial para uma emissora online? Agora, então, vamos nos aprofundar no tema. No texto de hoje, listamos os principais aspectos a serem considerados na hora de contratar um streaming. Confira!

Planos com melhor custo-benefício

Abrir uma rádio web é um negócio e, como qualquer outro, avaliar a relação custo-benefício dos investimentos figura como elemento fundamental. Por isso, observar com cuidado as possibilidades de cada plano é um passo que precisa ganhar a devida relevância.

Para emissoras iniciantes, usar o mesmo plano de um concorrente tende a resultar em um maior número de ouvintes. Porém, não se deixe levar. Muitos ouvintes simultâneos exigem um trabalho pesado do servidor. Por sua vez, isso pode causar quedas e interrupções indesejadas.

Nesse sentido, portanto, o ideal é relacionar o preço oferecido à infraestrutura necessária. Aqui, é importante considerar também a capacidade de investimento da rádio. Então, para definir qual a melhor alternativa para o plano de streaming, preocupe-se, primeiramente, com a firmação no mercado. Depois, com o tamanho do público.

Armazenamento

Quanto maior a capacidade de armazenamento de um serviço, menores são as chances de problemas relacionados a ele. Entretanto, é necessário ter calma para identificar do que a rádio realmente precisa.

Montar uma emissora que funciona via internet é barato dentro dos padrões atuais do mercado. Mas lembre: no começo, o número de ouvintes costuma ser bastante baixo. Por isso, nem sempre vale apostar logo de cara em um servidor com espaço enorme de armazenamento caso esse não seja um ponto primordial.

Características dos ouvintes

Todos os movimentos feitos pela administração de uma emissora online são ligados diretamente ao público dela. Por isso, ao escolher um streaming de rádio, deve-se colocar na balança a característica dos ouvintes em geral.

Se boa parte deles escuta a estação via smartphone, vale a pena investir em um site responsivo, oferecendo a melhor experiência de navegação possível ao usuário. A intenção dessa estratégia é disponibilizar um conteúdo que se adapte aos dispositivos móveis com a mesma qualidade que a um computador.

O streaming de rádio está fortemente consolidado no mercado atual. Por isso e pelos fatores observados ao longo deste conteúdo, é fundamental apostar em serviços de qualidade comprovada, evitando qualquer tipo de prejuízo que possa aparecer. A Bycast pode ser a parceira que você está procurando para dar o suporte ideal!

Você conhece um pouco mais a respeito do streaming de rádio, verdade? Que tal, então, ficar por dentro de todos os detalhes desse serviço e de como ele funciona para áudio? Acesse!

Powered by Rock Convert
Bycast
Autor

Escreva um comentário