Uma das habilidades mais importantes para quem quer trabalhar com conteúdo em áudio é saber fazer um bom texto para locução de rádio.

O locutor, famoso pela voz de veludo e pelo carisma, não faz milagres se não tiver um bom texto à disposição. Um material que seja direto, conciso e que estabeleça uma boa comunicação com o ouvinte é primordial.

Mas será que isso é realmente importante? Qual a diferença entre um bom texto de locução e de um ruim? Continue lendo para descobrir!

Por que se preocupar com o texto para locução de rádio?

Você já se pegou ouvindo uma rádio apenas por causa do locutor dela? Pode ser alguém criativo, engraçado ou então que seja simplesmente um bom condutor da programação.

Seja como for, a locução é como o fio que nos mantêm engajados e entretidos entre os diferentes programas transmitidos pela rádio. Se ela falhar no seu trabalho, dificilmente permaneceremos sintonizados por muito tempo.

Por esse motivo, é importante planejar e cuidar para que a locução da sua rádio seja a melhor possível. Assim, seus ouvintes serão cativados e voltarão para acompanhar a programação sempre, fazendo a rádio crescer.

Quais os cuidados ao escrever um texto para locução?

Escreva como você fala

Você já tentou ler um texto que escreveu e percebeu que sua mensagem ficou “pouco natural”, estranha até? Que as palavras estavam boas no papel, mas não se encaixavam na sua voz?

Isso acontece porque existe uma grande diferença entre a mensagem escrita e a falada. Quando falamos, somos mais informais, usamos frases mais curtas, palavras mais simples.

Ao escrever um texto para locução em rádio, tenha esse fator em mente. Use frases curtas, diretas e leia seu material em voz alta várias vezes para garantir que ele está aceitável.

Tome cuidado com a cacofonia

Ainda na diferença entre o escrito e o falado, tome cuidado com a cacofonia ao produzir um texto para locução.

Cacofonia é um vício de linguagem que acontece quando a última sílaba de uma palavra e a primeira da próxima formam um som desagradável ou até mesmo uma outra palavra.

Por exemplo:

  • “Perdi a chave de casa, mas fiquei tranquilo já que tinha uma chave extra” (já + que + tinha = jaquetinha);
  • “Me dá uma mão aqui?” (uma + mão = mamão).

Fale para uma pessoa só

Quando falamos de uma mensagem em áudio para ser transmitida em uma rádio, quanto mais intimista for o conteúdo, melhor.

Dessa forma, ao invés de usar termos mais amplos — como “vocês” —, tente direcionar a sua mensagem para uma pessoa só: “você”.

Assim, você cria uma conexão melhor com o ouvinte, que se sente mais ligado ao que está ouvindo e processa melhor a mensagem.

Seja direto e objetivo

No momento em que preparamos uma mensagem em áudio, especialmente uma locução para rádio, precisamos ter em mente que o ouvinte pode ficar entediado se demoramos para chegar ao ponto.

Ninguém gosta de ficar ouvindo uma mensagem que enrola, enrola e não diz logo o que quer dizer.

Portanto, ao escrever um texto para locução, seja o mais direto e objetivo possível. Escreva o que quer dizer e nada mais.

Tenha atenção com o tempo da mensagem

Vimos mais acima que toda pauta de programação da rádio deve ser escrita em um papel, no planejamento de conteúdo para aquele dia. Significa que temos pequenos espaços para preparar as mensagens do locutor da rádio. É um minuto aqui, três ali, um e meio entre aquele bloco e mais cinco minutos ali.

Para não atrapalhar toda a programação, a locução precisa respeitar o relógio. E isso começa na escrita do texto.

Normalmente, a regra é: cada 100 palavras equivalem a um minuto de locução. Use essa regra como base para seus textos.

Como deu para perceber, um bom texto para locução de rádio faz toda a diferença entre um ouvinte engajado e participativo e aquele ouvinte que não voltará a sintonizar no próximo dia. Portanto, capriche no seu material para cativar o público e fazer sua rádio crescer!

Se você quer aprender mais sobre locução, confira nosso artigo que ensina como ser um bom locutor de rádio!

Powered by Rock Convert
Bycast
Autor