Pode ser final de campeonato ou um amistoso entre times da segunda divisão: não existe partida que não se transforme num caldeirão de emoções com uma boa narração de jogos ao vivo!

Por isso, não é à toa que muitos torcedores ainda adoram levar um rádio de pilha ao estádio para poder curtir toda aquela euforia transmitida pelos grandes narradores, mesmo assistindo ao jogo ao vivo.

Quer aprender os segredos dessa arte e fazer a narração de um jogo de futebol que vai mexer com os torcedores? Então continue a leitura e confira nossas dicas!

Prepare-se para a narração de jogos ao vivo

Nem toda partida é um prato feito para fazer uma narração emocionante. Na verdade, boa parte das vezes, o jogo pode ser truncado, enrolado. Entediante até.

Nesses momentos, o narrador precisa ter alguns truques na manga para iniciar discussões e dinamizar a transmissão.

Estude bem a escalação dos dois times em campo

Uma parte da narração de jogos ao vivo é trazer emoção e empolgar o torcedor com o drama do que está acontecendo. A outra parte é informar o ouvinte sobre os eventos da partida.

Assim, estude bem a escalação dos dois times antes da partida para saber informar cada ação. Aproveite para entender a tática de jogo de cada equipe, já que isso vai fornecer informações importantes para enriquecer a sua locução.

Explore as técnicas de narração discursiva

Faz parte do trabalho do locutor estudar técnicas de narração discursiva para pintar o jogo na cabeça do ouvinte usando apenas suas palavras. 

Assim, em vez de dizer, por exemplo “Neymar toca a bola para Philippe Coutinho, que lança para Douglas Costa na ponta direita”, prefira algo como “Neymar dá um tapa na bola com o lado de dentro do pé e é Philippe Coutinho quem recebe o passe. O meio-campista levanta a cabeça e enxerga o jogo, buscando um lançamento na ponta-direita do ataque da Seleção Brasileira”.

A segunda alternativa é muito mais rica e permite ao ouvinte imaginar o lance acontecendo na sua casa.

Entre no clima da partida para engajar o ouvinte

Quem já ouviu a transmissão de um jogo de futebol pelo rádio sabe como é contagiante quando o narrador está empolgado e transmite essa emoção para o ouvinte.

Dessa forma, tente sempre encontrar o drama daquela partida e de cada lance. Quando um time começa a construir um ataque, não é apenas uma chance de gol, é drama. Será que os jogadores vão conseguir? Ou será que a defesa vai pará-los?

Pense bem antes de revelar seu time do coração

Um narrador deve ou não deixar claro para qual time ele torce? Esse é um ponto polêmico da narração de jogos ao vivo. Normalmente, a orientação profissional é de não revelar. A maioria dos grandes narradores age assim. Mas existem exceções. Em uma rádio focada só em uma equipe, por exemplo, revelar que se torce para o time em questão é um pré-requisito.

Contar para qual time torce também pode ajudar a criar uma interação maior com os ouvintes, que vão querer fazer piadas e brincar nas redes sociais. Isso pode ser útil para o engajamento, mas também pode fazer com que a audiência diminua. Assim, pense bem antes de tomar a sua decisão.

Inspire-se nas grandes lendas do ofício

Se você quer levar a sério a carreira de narrador de futebol, que tal se inspirar nas grandes lendas da narração de jogos ao vivo?

Um dos principais locutores que você deve pesquisar no YouTube para se aperfeiçoar no assunto é Luciano do Valle. Não se esqueça também de ouvir alguns jogos narrados por Osmar Santos e Oscar Ulisses, donos de vozes que marcaram época nos anos 70 e 80.

Por fim, adicione à sua lista narrações de alguns dos gols mais memoráveis, feitas pelo finado Deva Pascovicci, por Oliveira Andrade e, claro, Galvão Bueno.

Seguindo os exemplos dessas feras da narração de jogos ao vivo, não tem como errar e você vai comandar transmissões que vão ficar marcadas no coração de gerações de torcedores brasileiros.

Gostou do conteúdo? Então, compartilhe nas suas redes sociais e marque aqueles amigos que vão acompanhar você quando começar a narrar seus primeiros jogos!

Powered by Rock Convert
Bycast
Autor

Escreva um comentário